Detalhe 29.05.2008

Biodiesel: caminhões e ônibus Volkswagen já podem rodar com mistura B5

Os caminhões e ônibus Volkswagen já estão aptos para receber uma mistura de até 5% de biodiesel (B5) ao óleo diesel convencional usado em seus motores. A partir de junho, todos os veículos sairão da fábrica de Resende (RJ) com um selo indicando a mudança, que será obrigatória a partir de 2013. A Volkswagen Caminhões e Ônibus, que possui desde 2006 veículos prontos para receber a mistura B2, é pioneira na pesquisa de biocombustível aplicado a veículos comerciais no Brasil.

Um dos mais importantes estudos acontece em parceria com o Grupo Bertin. Desde setembro último, a montadora realiza testes utilizando matéria-prima de origem animal (sebo bovino) para mistura de 20% (B20) de biodiesel ao óleo diesel em seis caminhões VW Constellation 19.320 pertecentes ao grupo, que atua nos segmentos de agroindústria, infra-estrutura e energia. Os veículos percorrem a rota Porto de Santos (SP) - Lins (SP), o que corresponde a 1.100 quilômetros.

A região Sul Fluminense também abrigou testes de biodiesel em caminhões da marca. Em Barra Mansa, três caminhões VW Worker 26.260E da empresa de fabricação de concreto Engemix foram testados com sucesso com a mistura B5. O óleo utilizado nos caminhões era feito de mamona, uma das matérias-primas autorizadas pelo Programa Nacional de Testes de Biodiesel, coordenado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia.

“O respeito ao Meio Ambiente é sem dúvida uma das grandes preocupações da Volkswagen Caminhões e Ônibus. Nossas ações não páram com o B5. Vamos dar continuidade aos estudos com biocombustíveis, contribuindo assim para um futuro melhor em nosso planeta”, afirma Roberto Cortes, presidente da montadora.

Energia renovável

O biodiesel é um combustível renovável que pode ser obtido por diferentes insumos como óleos virgens ou usados, produzido a partir das mais diversas oleaginosas do País, facilitando o surgimento de alternativas energéticas regionais. Por se tratar de uma fonte renovável de energia, o biodiesel reduz as emissões de gases de efeito estufa para a atmosfera. As terras cultiváveis podem produzir uma enorme variedade de oleginosas como fonte de matéria-prima para o biocombustível, o que garante renda para agricultores que cultivam esses produtos.