Detalhe 02.06.2008

Fórmula Truck chega à metade da temporada em São Paulo com Volkswagen na liderança

Prova em Interlagos serĂĄ no dia 6 de julho e marcarĂĄ fim da primeira metade do campeonato

ApĂłs a disputa da quarta etapa do campeonato, realizada no Ășltimo domingo em Fortaleza, a FĂłrmula Truck se prepara para a prova mais esperada do ano, em Interlagos - SP . Depois da corrida paulista, o campeonato entra em sua metade final, com a realização das Ășltimas cinco provas do ano. Para a equipe da Volkswagen CaminhĂ”es e Ônibus, a etapa em Interlagos representarĂĄ mais uma chance de ampliar a liderança no campeonato de marcas, no qual Ă© a primeira colocada com 156 pontos, 32 deles obtidos na etapa cearense, com dois pilotos no pĂłdio: Renato Martins em segundo lugar e Valmir Benavides, em terceiro.

“Interlagos Ă© a corrida com maior visibilidade do calendĂĄrio, com a presença maciça de um grande pĂșblico, que Ă© sempre recorde, acima de 50 mil pessoas ”, explica o piloto Renato Martins, Ășnico do atual grid a competir em todas as temporadas da Truck desde 1996.

Em Fortaleza, Martins foi um dos destaques da prova, saindo em sĂ©timo lugar e chegando na segunda colocação. A corrida no CearĂĄ colocou em prova a durabilidade dos caminhĂ”es, jĂĄ que a corrida foi disputada sob intenso calor e no circuito mais ondulado da temporada. Neste teste de resistĂȘncia, alĂ©m de colocar dois caminhĂ”es entre os trĂȘs primeiros lugares , a Volkswagen CaminhĂ”es e Ônibus ampliou sua liderança no campeonato de marcas, tendo agora 31 pontos de vantagem sobre a egunda colocada.

“Foi a prova mais difĂ­cil da temporada atĂ© aqui”, resumiu Renato Martins, que fez uma corrida estratĂ©gica em Fortaleza. “O circuito exige muito do caminhĂŁo e o calor intenso, de 32 graus, fez com que todos os componentes fossem muito exigidos. Por isso, colocar dois caminhĂ”es entre os trĂȘs primeiros foi um Ăłtimo resultado para nossa equipe, ajudando a ampliar a liderança no campeonato de marcas”, afirmou Renato, que agora tem 27 pontos na tabela, ocupando a 7ÂȘ colocação entre os pilotos.

O tambĂ©m chefe da equipe RM CompetiçÔes sĂł lamentou o incidente que tirou da corrida o entĂŁo lĂ­der do campeonato, Felipe Giaffone, tambĂ©m do time oficial da Volkswagen CaminhĂ”es e Ônibus. O paulista largou na primeira fila e foi prejudicado pelo toque que recebeu de outro piloto logo na volta inicial.

Com a batida, Giaffone nĂŁo pĂŽde seguir na prova. “Infelizmente, foi um resultado ruim para mim no campeonato de pilotos, mas pelo menos todos estĂŁo embolados na disputa pelo tĂ­tulo, talvez sĂł nas duas ou trĂȘs provas finais teremos os protagonistas da briga mais definidos”, afirma o piloto da Volkswagen, que segue com 53 pontos e Ă© o quarto colocado no campeonato.

Em terceiro lugar na tabela, com 58 pontos (um a menos que o vice-lĂ­der), estĂĄ outro piloto que corre com o caminhĂŁo Volkswagen Constellation, Valmir Benavides, o terceiro colocado em Fortaleza. “HisguĂ©â€ tambĂ©m foi um dos destaques da prova no CearĂĄ, ao subir no pĂłdio depois de largar na nona colocação.

“ Eu sabia que o Ă­ndice de batidas e quebras aqui em Fortaleza seria alto. Esta Ă© uma etapa muito desgastante para pilotos e caminhĂ”es. EntĂŁo, procurei fazer um ritmo de prova confortĂĄvel no inĂ­cio da corrida e com isso consegui chegar bem na parte final”, diz Benavides.

Esta tambĂ©m foi a estratĂ©gia de DĂ©bora Rodrigues para chegar em mais uma corrida nos pontos na FĂłrmula Truck. A Ășnica mulher da categoria levou seu Volkswagen Constellation Ă  nona colocação na prova e somou pontos pela quarta vez em quatro provas deste ano. DĂ©bora ocupa a 8ÂȘ colocação na tabela, com 18 pontos.