Detalhe 01.12.2016

R$ 1,5 bilhão: Volkswagen Caminhões e Ônibus terá o maior ciclo de investimentos de sua história

A linha de caminhões e ônibus Volkswagen, desenvolvida no Brasil e distribuída a mais de 30 países da América Latina, África e Oriente Médio, terá um novo ciclo de investimentos no valor de R$ 1,5 bilhão, o maior em sua história. Além de novos produtos direcionados a países emergentes, inovações de digitalização e conectividade serão oferecidas aos clientes da marca. O anúncio foi feito hoje (1º/12) a autoridades do Governo Federal em Brasília (DF) por Andreas Renschler, CEO da holding Volkswagen Truck & Bus, e por Roberto Cortes, presidente da MAN Latin America. O encontro contou com a presença do presidente Michel Temer, do governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão e do ministro do Desenvolvimento Indústria e Comércio, Marcos Pereira.

Os recursos serão investidos na constante renovação de sua linha de produtos, na busca de novos nichos de mercado, na atualização das linhas de montagem em sua fábrica de Resende (RJ), em inovações e ampliações nos serviços de digitalização e conectividade e na expansão da marca VWCO no mercado internacional. Será o quinto ciclo consecutivo de investimentos no país e também o de maior valor. Os recursos virão prioritariamente dos resultados da própria operação, que confia na recuperação dos mercados latino-americanos.

“Mais uma vez, acreditamos na força da economia brasileira e na importância dos mercados emergentes em nossa estratégia de nos tornarmos líderes globais em caminhões e ônibus. Por isso ontem estive na fábrica de Resende conversando com nossos colaboradores, e hoje me juntei a Roberto Cortes numa visita a autoridades brasileiras na capital do país”, diz Andreas Renschler, em sua terceira visita ao Brasil como CEO da Volkswagen Truck & Bus.

“Nosso quinto anúncio consecutivo de investimentos coincide com duas importantes comemorações: os 35 anos da marca Volkswagen Caminhões e Ônibus e os 20 anos da fábrica de Resende, onde mantemos o inovador processo produtivo do Consórcio Modular com sete empresas parceiras. Só foi possível confirmar mais esse ciclo virtuoso graças às medidas de economia tomadas em conjunto com nossos colaboradores, sindicato, fornecedores e concessionários. Assim podemos enfrentar a crise e trabalhar pela recuperação do mercado", afirma Roberto Cortes.

Trinta e cinco anos de grande sucesso

Da chegada dos primeiros modelos de caminhões VW 11.130 e VW 13.130 ao anúncio de seu quinto ciclo de investimentos, a MAN Latin America soma 35 anos de uma história com grande sucesso. Ao longo desse tempo, mais de 870 mil caminhões e ônibus foram produzidos nas fábricas de São Bernardo do Campo (SP), São Paulo (SP) e Resende (RJ). E a linha de produção de motores MAN D08 instalada na MWM em São Paulo se aproxima das 100 mil unidades.

A linha de produtos mais longeva e com maior volume é a dos caminhões Worker, com quase 430 mil unidades desde suas primeiras versões. Os produtos Constellation, lançados em 2006, já ultrapassam 200 mil veículos. A família de ônibus Volksbus acumula 137 mil chassis, e os caminhões leves Delivery se aproximam das 100 mil unidades.

O mais recente lançamento de uma linha completa de produtos da MAN Latin America ocorreu em 2012, com a apresentação da linha de cavalos mecânicos MAN TGX: mais de 4 mil cavalos mecânicos da marca bávara já passaram pela linha de montagem de Resende. Ao todo, mais de 50 diferentes produtos Volkswagen e MAN estão disponíveis a frotistas e transportadores autônomos.

Além da fábrica de Resende, desde 2004 a montadora mantém uma linha de montagem no México, atualmente sediada na cidade de Querétaro e responsável pela produção dos caminhões e ônibus das marcas Volkswagen e MAN. Na África do Sul, um acordo comercial permite que a MAN Truck & Bus monte em sistema SKD os caminhões e ônibus Volkswagen com direção do lado direito – a marca está naquele país desde 2005, tendo iniciado operações em parceria com a Volkswagen Group South Africa.

Duas décadas do Consórcio Modular

A fábrica de Resende está celebrando duas décadas de sucesso, com mais de 730 mil veículos ali produzidos. Em sua inauguração, a fábrica estreou o inovador conceito de Consórcio Modular, sistema em que sete fornecedores dividem com a MAN Latin America a responsabilidade pela montagem tanto de caminhões quanto de chassis de ônibus. A empresa foi também a primeira da indústria automotiva a apostar e a atrair tecnologia de ponta para o Sul Fluminense, inaugurando o polo automotivo onde cinco grandes montadoras e dezenas de fornecedores já estão instalados.

“O grande desafio inicial foi fazer com que os parceiros acreditassem numa ideia revolucionária, que requeria uma participação ativa, investimentos e dedicação para a construção de um novo modelo de negócio e produção. Desde o início da nossa história, desenvolvemos produtos sob medida para atender a novos segmentos e nichos de mercado. Acompanhamos continuamente as necessidades dos nossos clientes, e o Consórcio Modular traz maior flexibilidade e eficiência a esse atendimento”, comenta Roberto Cortes.

Um novo caminhão ou chassi de ônibus pode sair pronto da linha de montagem a cada três minutos, após percorrer o percurso de produção. Esse ritmo é ditado pela demanda de mercado, ordem de pedidos dos clientes e escalonamento de veículos de alta e média complexidade feitos em uma mesma linha.

A empresa parceira Maxion entrega o chassi já numerado e com todos os seus subconjuntos prontos. A Meritor é responsável pela montagem do conjunto de suspensões e eixos, seguida pela Remon, que cuida das rodas e pneus. A Powertrain, joint-venture formada pela Cummins e pela MWM International, fornece motores, e monta conjuntos de transmissão e embreagem.

A Aethra fornece os estampados e monta as cabines, fazendo todo o processo de solda e acabamento em chapa. A Carese realiza os trabalhos de preparação de superfície e pintura. E finalmente a Continental instala seus componentes eletrônicos, revestimento interno e externo da cabine.

O foco da MAN Latin America é na satisfação do cliente final. Além do desenvolvimento de produtos com sua Engenharia também localizada em Resende, a empresa cuida dos testes de qualidade que contemplam segurança, a conformidade com os padrões da marca e acabamento. Uma rede de concessionários e importadores com 342 pontos espalhados por dois continentes faz a distribuição mundial de seus produtos.

Perfis dos executivos

Andreas Renschler

Membro do Board da Volkswagen AG

CEO da Volkswagen Truck & Bus GmbH

Em 1º de fevereiro de 2015, Andreas Renschler se juntou à Volkswagen. Ele é membro do Conselho Administrativo da Volkswagen AG, responsável pelo Grupo de Veículos Comerciais, bem como chefe da Volkswagen Truck & Bus GmbH, uma empresa de holding que agrupa as três marcas de caminhões MAN, Scania e Volkswagen Caminhões e Ônibus.

Renschler nasceu em 29 de março de 1958 em Stuttgart, na Alemanha. Após completar seus estudos no setor financeiro, ele estudou engenharia industrial e investigação operacional.  Após formar-se, Renschler estudou administração de negócios, curso que ele completou em 1987.

Renschler começou sua carreira profissional em 1988, na Daimler-Benz AG. Após trabalhar como líder da equipe de projeto responsável por planejamento corporativo e, como assistente do Conselho Administrativo, ele liderou o projeto da Classe M, incluindo o planejamento e a implementação da primeira planta da empresa nos Estados Unidos, em Tuscaloosa, no Alabama.

Renschler foi CEO da Mercedes-Benz em Tuscaloosa, nos Estados Unidos, até 1998. Após breve período como vice-presidente sênior da DaimlerChrysler AG, tornou-se presidente do Conselho Administrativo da Smart GmbH,  participou do desenvolvimento da linha de produtos Smart e liderou a expansão global da marca.

Em 2004 Andreas Renschler foi nomeado membro do Conselho Administrativo da Daimler AG, responsável pela Daimler Trucks e pela Daimler Buses. Durante este período, ele implementou o Programa de Excelência Global, estabelecendo  sinergias sustentáveis entre as marcas Mercedes-Benz, Freightliner, Western Star e Mitsubishi Fuso, além de reforçar seu crescimento nos mercados BRIC.

Na Índia, estabeleceu uma nova marca para garantir um poder substancial na região, a BharatBenz. Em 2013, Andreas Renschler assumiu a responsabilidade por produção e aquisições de carros e vans Mercedes, posto que ocupou até janeiro de 2014.

Roberto Cortes

Presidente e CEO da MAN Latin America Ltda.

Membro do Board da Volkswagen Truck & Bus GmbH

Responsável mundial pela marca Volkswagen Caminhões e Ônibus

Antonio Roberto Cortes é graduado em Economia pela Universidade Mackenzie, com especialização pelo Insead, escola de negócios com sede em Fontainebleau, na França.

Com passagens pelas áreas financeiras e de negócios de bancos e empresas multinacionais, incluindo o Banco Mercantil de São Paulo e a Unilever, Cortes iniciou sua carreira na indústria automobilística (Ford Brasil) em 1979. Em 1986, Cortes ajudou a criar a Autolatina, joint-venture entre Ford e Volkswagen no Brasil e na Argentina.

De 1989 a 1990, trabalhou como gerente executivo de Estratégia de Negócio na matriz da Ford em Detroit, nos Estados Unidos. Após o fim da Autolatina em 1994, foi convidado pela Volkswagen da Alemanha para assumir a posição de controller corporativo e a Tesouraria da Volkswagen na América do Sul.

Em 1997, Cortes recebeu a função de diretor geral da Volkswagen Veículos Comerciais e Caminhões e Ônibus para as operações na América do Sul. Em 2007, tornou-se presidente da Volkswagen Caminhões e Ônibus na América Latina. Em março de 2009, passou a acumular a posição de presidente da MAN Latin America, tornando-se membro do Conselho Administrativo do Grupo MAN, baseado em Munique, na Alemanha. Em 2015, Cortes passou a fazer parte também do Conselho da Volkswagen Truck & Bus GmbH, empresa baseada na Alemanha.

Cortes participa dos Conselhos Administrativos do Banco Volkswagen, Fundação Volkswagen e Volkswagen Previdência Privada – VWPP no Brasil. Também é vice-presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha – Seção Rio de Janeiro e membro do Grupo de Líderes Empresariais – LIDE, associação de empresários destinada a fortalecer o pensamento, o relacionamento e os princípios éticos de governança corporativa no Brasil.

Nos últimos anos, o executivo foi eleito “Personalidade da Indústria Automotiva” pela agência Autodata; “Líder do Brasil na Indústria Automotiva” pelo jornal Brasil Econômico; “Profissional do Ano” pela revista Automotive Business; “Personalidade do Ano” pela Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (ADVB); e “Personalidade de Vendas da América Latina” pela ADVB filial EUA.

Além dessas, o executivo recebeu o prêmio de “Personalidade Brasil-Alemanha do Ano” pela Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha (AHK). Este é considerado o maior reconhecimento concedido pelos dois países a pessoas que contribuem de forma relevante para o fortalecimento das relações econômicas bilaterais.

Ciclos de investimento da MAN Latin America

1994-1999: construção da fábrica de Resende, lançamento de novos produtos

2000-2005: desenvolvimento dos caminhões Delivery e Constellation

2006-2011: lançamento dos caminhões MAN e tecnologia de emissões Euro 5

2012-2016: desenvolvimento de novos produtos, investimentos em manufatura

2017-2021: novos produtos e serviços, expansão internacional da marca VWCO

A empresa em números

35 anos de operações mundiais

20 anos da planta de Resende

13 anos consecutivos de liderança no mercado brasileiro de caminhões

12 anos de operações no México

11 anos de operações e sinergias na África do Sul

Resende em números

1 milhão de metros quadrados de área total

148 mil metros quadrados de área construída

100 mil metros quadrados no parque de fornecedores

50 mil metros quadrados no centro logístico

Imagens em alta resolução disponíveis em: http://malagrine.com.br/bancodeimagens/ Login: nosacreditamos | Senha: manla


Fotos relacionadas